insights

Uma pincelada sobre a evolução do Marketing



Estamos passando por um período de muitas mudanças econômicas, políticas e sociais. E todas essas mudanças afetam diretamente o setor empresarial. Este ambiente de incertezas acaba gerando mais competitividade entre as empresas e os negócios precisam se diferenciar para sobreviver.


Seja uma empresa focada em produtos ou serviços, ela precisa encontrar meios de se diferenciar perante os concorrentes. Além disso, em tempos de crise, investir em algo que lhe traga retorno (e que você consiga mensurar) é crucial.


Uma das estratégias competitivas que uma empresa pode utilizar está voltada para a diferenciação da sua marca e como ela se comunica em todos os níveis com seus consumidores.


Novos tempos e novos desafios exigem que repensemos a maneira de como o Marketing está sendo trabalhado nas empresas. O recente livro “Marketing 4.0 - Moving from Traditional to Digital”, de Kotler, Kartajaya e Setiawan, menciona a evolução do Marketing com foco na evolução do perfil dos consumidores, que cada vez mais estão saindo do modelo vertical, exclusivo e individual, para o modelo horizontal, inclusivo e social.

“O conceito de confiança do cliente não é mais vertical, agora é horizontal. Os clientes no passado foram facilmente influenciados por campanhas de marketing. Mas pesquisas recentes em todas as indústrias mostram que a maioria dos clientes acredita mais em recomendações de pessoas próximas como amigos, familiares, fãs do Facebook, seguidores do Twitter, etc.

Hoje os consumidores confiam mais em outros consumidores do que nas próprias empresas. Dentro desse contexto, é necessário que as empresas dêem uma atenção maior para seus aos seus clientes e pensem em um relacionamento a longo prazo.

Outro fato importante, é surgimento constante de novas tecnologias e a internet sendo o marco de uma era muito mais dinâmica. Para termos uma noção real do impacto seguem alguns números globais e nacionais referente à quantidade de pessoas conectadas à internet nos dias de hoje:


  • Segundo o relatório State of Connectivity 2015, que analisa o estado da conectividade global, 3,2 bilhões de pessoas têm acesso à rede, um crescimento de 10% em relação aos 2,9 bilhões de 2014. Ou seja, 43% das pessoas acessam a internet no mundo e a tendência é que esse número cresça, já que 47% das pessoas ainda não têm acesso à rede mundial de computadores.

  • Já se focarmos no Brasil, segundo a pesquisa TIC Domicílios 2015, 58% da população brasileira usam a internet – o que representa 102 milhões de internautas - a proporção é 5% superior à registrada no levantamento de 2014.


Pois bem, é claro que muitas empresas já perceberam que o universo online reserva ótimas oportunidades na geração de negócios e investem pesado em marketing digital.


Essas organizações estão inovando para acompanhar o novo comportamento do consumidor. Uma prova disso é o estudo Digital AdSpend 2017 do IAB - Interactive Advertising Bureau - o investimento em publicidade no meio digital brasileiro cresceu 26% em 2016 em comparação com o ano anterior, totalizando R$ 11,8 bilhões. A expectativa para 2017 também é de crescimento de 26%, para R$ 14,8 bilhões. Deste modo, o meio digital será responsável por quase um terço dos investimentos no mercado publicitário brasileiro, segundo o IAB Brasil.


Mas isso não quer dizer que o Marketing Digital substitua o Marketing Tradicional. Um bom raciocínio é pensar que essas duas áreas são complementares. Como menciona Kotler:

"...as duas áreas devem coexistir com o intercâmbio de papéis em todo o caminho do cliente. Na fase inicial de interação entre empresas e clientes, o marketing tradicional desempenha um papel importante na criação de consciência e interesse. À medida que as interações progridem e os clientes exigem relacionamentos mais próximos com as empresas, o marketing digital ganha importância."

O papel mais importante do marketing digital é impulsionar a ação e apoiar, já o Marketing Tradicional tem o foco em iniciar a interação com o cliente.



Sobre o Autor

Christiano Bem

Managing Director na Rokkets

christiano@rokkets.digital

Christiano Bem é Formado em Comunicação Social da Universidade Metodista de São Paulo, pós-graduado em Gestão Empresarial na Fundação Getúlio Vargas e possuí especialização em Transformação Digital. É Managing Director na Rokkets colaborando com soluções para os desafios mais complexos de seus clientes.

Receba nossos conteúdos

TECNOLOGIAS

WorkPlace

  • LinkedIn Rokkets
  • Instagram Rokkets
Logo Rokkets Digital Branco.png

© 2015 - 2020 Rokkets - Todos os direitos reservados.